Materiais:
Tubos de papel higiênico
Guache diversas cores

Diz a lenda que o Boitatá era uma espécie de cobra e foi o único sobrevivente de um grande dilúvio que cobriu a terra. Para escapar ele entrou num buraco e lá ficou no escuro, assim, seus olhos cresceram.
Desde então anda pelos campos em busca de restos de animais. Algumas vezes, assume a forma de uma cobra com os olhos flamejantes do tamanho de sua cabeça e persegue os viajantes noturnos.

Às vezes ele é visto como um facho cintilante de fogo correndo de um lado para outro da mata. No Nordeste do Brasil é chamado de “Alma dos Compadres e das Comadres”. Para os índios ele é “Mbaê-Tata”, ou Coisa de Fogo, e mora no fundo dos rios.

Dizem ainda que ele é o espírito de gente ruim ou almas penadas, e por onde passa, toca fogo no mato. Outros dizem que ele protege as matas contra incêndios.

A ciência diz que existe um fenômeno chamado Fogo-fátuo, que são os gases inflamáveis que emanam dos pântanos, sepulturas e carcaças de grandes animais mortos, que vistos de longe parecem grandes tochas em movimento.

Créditos: www.sitededicas.com.br
home.howstuffworks.com/

Uma resposta

  1. Eu sou Maria Orlanda,moro na cidade de Bom Despacho-MG,e descobrir o site navegando pela internet e desde entao sou internalta invicta deste Blog desde que o descobri. Estou aqui para agradecer e parabenizar pelas atividades postada no Blog. Atualmente sou Supervisora do Maternal 1 e 2; e se possivel gostaria de estar recebendo sugestões de atividades para essas modalidades de ensino. Meu e-mail é mariaorlandarezende@yahoo.com.br. Obrigada…!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *